“O tempo deu-me razão, o Cartão de Adepto era um absurdo” – Vítor Murta

O futebol recebeu esta quarta-feira a notícia de que o Parlamento aprovou a revogação do Cartão de Adepto.

Na qualidade de presidente do Boavista Futebol Clube, congratulo-me com esta decisão, que peca apenas por tardia.

Defendi desde a primeira hora – e fui o primeiro a fazê-lo publicamente – que esta lei era absurda e ineficaz. O tempo deu-me razão. Apenas alguns, por teimosia, viram o que ninguém conseguia ver.

A fraca adesão ao Cartão de Adepto era previsível; esta lei só provocou o afastamento dos adeptos dos estádios e bancadas vazias.

Por isso, hoje é um dia histórico para o futebol, para todos, mas sobretudo para os adeptos, em especial para os boavisteiros.

Vítor Murta
Presidente do Boavista Futebol Clube