Elpídio Silva em visita ao Bessa: “Boavista está no bom caminho”

Elpídio Silva, o pistoleiro. Foram três épocas no Boavista, 40 golos marcados em 108 jogos e, mais importante, um título de Campeão Nacional conquistado com a camisola axadrezada. “Foram anos maravilhosos e um marco incrível na história de todos”, começou por recordar o antigo avançado, no dia em que regressou ao Estádio do Bessa.

Silva foi recebido pelo presidente Vítor Murta, assistiu ao treino da equipa principal e ainda teve a oportunidade de reencontrar velhos amigos, entre eles mais dois campeões nacionais, Petit e Jorge Couto. “Digo sempre o mesmo a toda a gente: para mim, não houve outro clube como o Boavista; foi onde me senti mais realizado profissionalmente. Estive em outras equipas, como o Braga, V. Guimarães ou Sporting, mas devo a minha vida ao Boavista e jamais esquecerei isso”, afirma.

A alegria do regresso é “imensa”, até por se sentir “em casa” sempre que vem ao Bessa. “Quero agradecer ao presidente pela receção calorosa. Ele está a fazer um excelente trabalho e nota-se a grande evolução que tem havido nos últimos anos no Boavista. As instalações são do melhor que há; o campo de treinos, o ginásio, a zona dos balneários, o refeitório para os atletas… É tudo do melhor. Nota-se que há um grande trabalho e união entre todos e não tenho dúvidas de que o Boavista está no caminho certo e a crescer. Eu, como adepto, gostava de ver o clube regressar aos grandes palcos e sei que o presidente está a criar as condições para que isso possa ser uma realidade lá mais para a frente”, prosseguiu.

O antigo avançado, que vai estar nas bancadas do Bessa para ver o jogo de domingo com o Gil Vicente, também teve a oportunidade de assistir ao treino desta terça-feira da equipa. “Senti um grande ambiente entre os jogadores, percebe-se que há uma grande união entre todos. Foi um grande treino, sempre com muita intensidade e qualidade, à imagem do Boavista. Depois do que vi no treino, estou ainda mais confiante para o jogo de domingo”, disse.

A finalizar, Silva fez questão de enviar uma mensagem aos adeptos axadrezados. “Eles não se esquecem de mim e eu não me esqueço deles. Sou sempre muito acarinhado por todos. Quando estou na bancada a assistir a um jogo, é incrível. No próximo domingo estaremos juntos a torcer pela vitória do meu Boavista”, rematou.