Salvador Agra: “Estou muito feliz por representar um Clube com esta dimensão”

Na primeira vez que falou como jogador do Boavista FC, Salvador Agra mostrou-se “muito orgulhoso” por ter a oportunidade de representar um clube com uma grande “dimensão” e “muitos títulos conquistados”. O extremo elogiou ainda Petit e os adeptos axadrezados: “Estou ansioso por jogar com eles do meu lado”, atirou.

SENTIMENTO: “O Boavista FC é um clube à minha imagem e pelo qual tenho um enorme respeito por toda a sua história. Estou muito feliz e motivado por ter a oportunidade de representar um Clube com esta dimensão, que conta com vários títulos no seu palmarés, entre os quais o de Campeão Nacional. Quero agradecer à direção e estrutura do Boavista FC pela confiança que depositaram em mim.”

PAIXÃO: “Por todos os clubes por onde passei ao longo da minha carreira mostrei sempre uma enorme paixão por aquilo que faço e no Boavista FC não será diferente. Quem me conhece sabe que luto com todas as forças dentro de campo e que ajudo ao máximo fora dele. Foi graças ao trabalho que me mantive durante vários anos num bom patamar do futebol português. Agora, o mais importante é continuar com esta raça e ambição para ajudar o Clube a atingir os seus objetivos.”

PETIT: “Todos os jogadores com quem falei e que já foram treinados pelo mister Petit deram-me as melhores referências dele e destacaram, para além da sua qualidade como treinador, a exigência e a capacidade que ele tem em criar um grupo unido e uma família dentro no balneário. Quando era miúdo, gostava muito de ver o mister Petit a jogar e via ali uma referência para mim. Atualmente, ele continua com a mesma ambição como treinador e sinto que essa exigência que ele traz para o dia a dia ainda me tornará mais forte.”

ADEPTOS: “Joguei várias vezes no Estádio do Bessa como adversário e os adeptos do Boavista FC foram sempre incríveis. É uma mais-valia estar agora deste lado, pois como adversário foi sempre bem mais complicado, porque eles criam uma vibração nas bancadas que é fundamental para a equipa. Lá dentro sente-se essa força, mesmo nos jogos fora, onde eles também criam um ambiente fantástico. Estou ansioso por jogar com eles do meu lado e prometo-lhes que vou dar sempre o máximo pelo Clube.”